Centro de Recursos

Downloas

Os ataques cibernéticos podem representar um perigo significativo para indivíduos, organizações e a sociedade como um todo. Alguns dos perigos dos ataques cibernéticos incluem:

1- Perda de dados confidenciais: ataques cibernéticos podem resultar no roubo ou perda de dados confidenciais, como informações financeiras ou identificação pessoal. Isso pode levar a perdas financeiras e danos à reputação de uma pessoa ou organização.

2- Interrupção de serviços: os ataques cibernéticos podem interromper a operação de sistemas críticos, como redes elétricas ou sistemas de transporte, levando a interrupções e inconveniências generalizadas.

 

3- Danos à infraestrutura: os ataques cibernéticos também podem danificar a infraestrutura física, como usinas de energia ou instalações de tratamento de água, levando a reparos caros e possíveis danos ao meio ambiente.

 

4- Riscos à segurança nacional: os ataques cibernéticos também podem representar riscos à segurança nacional, principalmente se forem executados por governos estrangeiros ou outros agentes mal-intencionados.

 

É importante que indivíduos e organizações tomem medidas para se proteger contra ataques cibernéticos, como usar senhas fortes, manter o software atualizado e usar medidas de segurança como firewalls e software antivírus. Também é importante que os governos e outras organizações sejam proativos na identificação e resposta às ameaças cibernéticas.

cibersegurança

Zero Trust - Confiança Zero

Confiança zero é um conceito de segurança que sugere que as organizações não devem confiar em nenhum usuário, dispositivo ou rede dentro ou fora de seu perímetro. Em vez disso, todo acesso aos recursos deve ser baseado na verificação da identidade do usuário ou dispositivo e na garantia de que eles atendem às políticas de segurança necessárias. Aqui estão alguns princípios-chave de confiança zero:

  1. Verifique antes de conceder acesso: antes de conceder acesso aos recursos, verifique a identidade do usuário ou dispositivo e verifique se eles atendem às políticas de segurança necessárias.
  2. Microssegmentação: divida sua rede em pequenos segmentos e aplique controles de segurança em cada segmento. Isso torna mais difícil para os invasores se moverem lateralmente em sua rede.
  3. Privilégio mínimo: concede aos usuários e dispositivos o nível mínimo de acesso necessário para desempenhar suas funções. Isso reduz o risco de acesso não autorizado a recursos confidenciais.
  4. Monitoramento contínuo: monitore sua rede e dispositivos continuamente para detectar e responder a ameaças em tempo real.
  5. Autenticação multifator: use vários métodos para verificar a identidade dos usuários, como senhas, biometria ou tokens de segurança.

 

Ao implementar esses princípios, as organizações podem melhorar significativamente sua postura de segurança e reduzir o risco de ataques cibernéticos.

Ciber_Segurança

Thales: O Que 2023 Reserva Para O Cibercrime?

Todos os anos, o número de ataques parece aumentar, avança a Thales. Em 2021, por exemplo, o estudo do FBI 2021 sobre crimes na Internet relatou 847.376 queixas só nos EUA. Isto representa um aumento de sete por cento a partir de 2020. Entretanto, o Anti-Phishing Working descobriu que no 1º trimestre de 2022 houve 1.025.968 ataques – o pior trimestre para o phishing até à data.

E os danos financeiros também estão a aumentar. Em 2022, o custo médio de um ataque atingiu 4,35 milhões de dólares – mais 2,6 por cento do que no ano anterior, de acordo com o Relatório do Custo de uma Violação de Dados da IBM.

Do outro lado, especialistas em cibersegurança estão a desenvolver novas ferramentas para repelir ataques. Além disso, a consciência dos riscos está a crescer. E dado que os criminosos visam tanto os empregados como os sistemas, este é um desenvolvimento importante.

A necessidade de promover a consciencialização é crítica, até porque a natureza das ameaças está sempre a mudar. Então, o que podemos esperar em 2023? Revimos os conhecimentos de vários peritos – incluindo Crowd Strike, Ntirety, Atakama, IBM, Cybertalk.org – para lhe trazer este conjunto.

A Thales faz as previsões para 2023 em matéria de cibersegurança:

cibersegurança